Comprei e não gostei #1

Finalmente sentei-me para escrever, estava difícil! Quero ver se é desta que começo a ser assídua aqui no blog. Temas e vontade eu tenho, f...

Finalmente sentei-me para escrever, estava difícil! Quero ver se é desta que começo a ser assídua aqui no blog. Temas e vontade eu tenho, falta-me apenas o tempo. Sem mais introduções porque acaba sempre por ser mais do mesmo, vamos a isso.


Corrector Palette | Dermacol
Adquiri este produto em Março e desde então tenho tentado com que ele resulte. Chega, desisto. Estava há espera de algo espectacular confesso, não pelo preço, mas por esta marca ter as tão cobiçadas bases de alta cobertura "Make-Up Cover". As bases são ok, mas estes correctores são um autêntico fail. Os três são maus, mas o pior deles todos é o verde. Story Time: estava eu a maquilhar uma cliente, quando se faz um clique na minha cabeça e lembro-me que haveria de testar estes correctores nela. Pele avermelhada, olheiras a precisarem de ser disfarçadas e a que conclusão cheguei? És bem tola. Isto porquê? Vamos falar de um a um.
Verde: é o mauzão da escola, eu quero, posso e mando. Ora bem, este menino é tão, mas tão difícil de se trabalhar que quando o testei apeteceu-me imediatamente desmaquilhar a senhora. Ele não estabiliza, não se consegue uma camada leve e uniforme sobre a pele e mais, ao se aplicar a base por cima cria-se ali uma mistela qualquer que acaba-se com o quê? Uma base que outrora sempre foi estável, fica ás manchas (não se consegue uma cobertura uniforme por mais que se trabalhe) e esverdeada e, no caso de ser uma pessoa que sofra de rosácea intensa, ainda se vê a vermelhidão através dela porque o menino não fica onde devia.  
Amarelo: é aquele professor que fala e fala, mas no final não diz nada. Ou seja, assim como este tipo de professor, este corrector sabe fazer o seu trabalho mas, quando surge um aluno com dúvidas que requer um esclarecimento mais profundo o que é que acontece? Mete palha na conversa e nós ficamos iguais. É o que acontece com este menino, no início demonstra que tem potencial, mas quando chega há hora da verdade, vemos que ele não é assim tão espectacular. Ao aplicar-mos a base reparamos que foi tudo uma armadilha porque tal como o verde ele não estabiliza, e tal como o laranja que vou falar a seguir, deixa de fazer o seu propósito e perguntamos-nos: será que ele ainda está aqui?
Supostamente laranja: é o rato da biblioteca. Por mais que se aplique este corrector ninguém o vê. Faz simplesmente coisa nenhuma. 
Iluminador: o plus desta paleta de correctores foi mesmo uma luz ao fundo do túnel. Gostei dele, e é por essa razão que esta paleta vai continuar comigo. Apesar de dar utilização a apenas um dos quatro produtos, há que ver o lado positivo e, fazer um sorriso amarelo por o meu dinheiro não ter sido deitado ao lixo na totalidade.
Há venda por 6,69€.

Iluminador Good to Glow (001 Notting Hill Glow) | Rimmel London
Tenho este produto nas minhas mãos desde Setembro do ano passado. e lembro-me perfeitamente porque é que o adquiri. Estava a começar a entrar na febre dos iluminadores líquidos e, como ser do sexo feminino que sou, um não é suficiente. Eu já tinha em casa meu caro leitor, mas... um sentimento de consumismo dominou-me. E pior, sem consultar reviews previamente. Foi chegar, meter no carrinho e pagar e, tal como o título deste post indica: ai se o arrependimento matasse.
Vou eu toda catita aos correios buscar a minha encomenda e mal a recebo nas mãos, corro para o carro para a abrir. Certamente, senti que aquela caixa era a última Coca-Cola no deserto. Abro e vejo o produto lá dentro. Faço um swatch na hora... e a desilusão acontece.
Glitter, glitter everywhere! É impossível conseguir disfarçar a facada que este produto me deu. Se o usei duas vezes foi muito e talvez a primeira tenha sido no Halloween. Além de estar preenchido de purpurina, ao longo do dia vai perdendo aquele reflexo prateado arosado que me convenceu a pô-lo no meu rosto. Confesso que tinha esperança que fosse a purpurina a desaparecer primeiro, mas não... quando dei por mim no final do dia, tinha simplesmente uma tira de brilhantes entranhada na minha maquilhagem. Que lindo, ficamos por aqui.
Há venda por 6,39€.

Glam Bronze Duo (101 Blonde Harmony) | L'óreal Paris
Tenho-o desde Maio. Eu dei amor a este produto, mas ele não quis nada comigo. Há que frizar que eu sou branca, branca demais até e, para eu não conseguir fazer sobressair um bronzer é porque algo de errado se passa. E a culpa não foi minha, foi dele! Não tem pigmentação suficiente. Ainda vou dando uns toques com o iluminador (para iluminar o arco do cupido e a cana do nariz), mas o bronzer é mesmo para esquecer.
Há venda por 20,14€.

6 comentários

  1. glitter, glitter everywhere! hahahaha fartei me de rir mesmo... detesto quando compramos algo para usar na nossa carita e vêm lá com montes de brilhantes! não compreendo porquê, somos palhaças do circo? acho um exagero a quantidade de brilhantes que colocam num produto que supostamente deveria iluminar o nosso rosto lindo. enfim...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A única questão que fica aqui é: será que quem faz estes produtos considera que são de boa qualidade e usaria os mesmos? É uma pergunta pertinente.

      Eliminar
  2. Ainda bem que nunca me deu na cabeça para comprar esses produtos!!
    Beijinhos,

    https://try-to-be-a-rainbow-in-someones-cloud.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É a minha mais sincera opinião. Beijinhos!

      Eliminar
  3. Continuo a dizer que amo a forma como tu escreves e descreves as tuas experiências baby!
    Obrigado por nos avisares de que estes produtos não funcionam, vou manter-me longe.
    Beijo no coração, Vera.

    www.miss-independent.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Awww obrigada querida! Beijinho grande!

      Eliminar

Flickr Images