A VERDADEIRA BLOGOESFERA

fonte: http://www.selvamandselvam.in/ A blogoesfera é um pau de dois bicos. Há verdadeiras amizades, respeito, determinação, gosto pel...

fonte: http://www.selvamandselvam.in/

A blogoesfera é um pau de dois bicos. Há verdadeiras amizades, respeito, determinação, gosto pelo trabalho dos outros e acima de tudo amor pela escrita, amor por toda a envolvente que a essência de um blogger deve ser. Carinho por ti, pela tua amiga que adora batons, ou por aquela pessoa que passou por ti na rua. Somos uma comunidade, uma família que tu decidiste fazer parte. Conheci pessoas e fui a encontros espectaculares, coisinhas que vou levar comigo para a vida. Há amizades que também levo.
Sou blogger por amor e senti que tinha de escrever isto. Eu não vivo num mundo cor-de-rosa, não quero nada para benefício próprio, não tenho esta página para ganhar presentes ou tentar arranjar dinheiro. Eu nunca quis ser famosa, também nunca quis demonstrar que sou perfeita porque não o sou, sou uma pessoa de carne e osso que teve a coragem de escrever publicamente. E é fácil dizem eles… também é fácil julgar e deitar abaixo quando nos encontramos por detrás de um monitor. É fácil desvalorizar o empenho dos outros. É fácil ser feliz com a tristeza alheia. Difícil! Difícil é dar a cara e levar com todas as exigências e arrogâncias e mesmo assim continuar firme. Nunca se esqueçam que os blogs são feitos para todos, para ajudar, enriquecer mentalmente e também entreter. Apoio a passagem de conhecimento, acredito num mundo melhor também.
Até hoje já vi um pouco de tudo, já estou a alguns anos nesta aventura e a blogoesfera já passou por dias mais cor de rosa. Há parasitas, pessoas que não querem estar realmente aqui, que consomem e que querem tudo sem retribuir. Que querem crescer a todo o custo, que todos saibam o seu nome e que são capazes de esmagar quem se cruze no seu caminho. Quantos blogs já não vimos a abrir e fechar em pouco tempo? Poisé porque ser blogger é mesmo difícil, é enfrentar a multidão. Por vezes é tentar fazer crescer uma semente num terreno morto. E oh! A desigualdade... um estilo de filme americano onde as populares formam grupos e tu não podes sentar com elas. Surge a obrigação de te tornares numa modelo. Quem sabe fazer uma dieta, maquilhar sempre que sais de casa, não passar dois meses sem pintar o cabelo. Um passo e falso e lá se vai todo o teu trabalho, uma foto má e podes ser uma chacota e mais importante, não te serve só estar em cima do acontecimento, tens que estar lá para seres alguém. Não fotografamos para revistas mas fotografamos para a sociedade. Há algo mais arriscado e perigoso que isso? 
Eu só me quero fazer ouvir num mundo aos gritos. Valorizem quem escreve deste lado, durante muito tempo fui leitora e há pessoas que eu sentia que faziam parte da minha vida tal era o acompanhamento que tinha sobre elas. Porque é mesmo assim... Há pessoas que acrescentam. Que ficam. E desculpem mas nota-se, nota-se quem faz por gosto à camisola. É uma inspiração mútua.
Eu gosto de mim como sou e não quero ser consumida pela idealização e farsa, muito menos vender-me a marcas. Eu ainda sou dona de mim e as minhas escolhas serão sempre a pensar em todos vocês. Quero ser fiel a ti e a todos os outros que estão a ler esta publicação, afinal tudo começou por um pensamento feliz, por querer acrescentar alguma coisa a um mundo por vezes tão escuro. Qualidade e fidelidade é tudo o que posso dar. Eu quero expandir-me da forma correta (porque acredito que tenho uma mensagem a deixar), a subir degrau a degrau pelo meu esforço, não porque me levaram ao colo. Estou e vou continuar a esforçar-me para auto realização, não porque fica bem na fotografia. Mais importante, quero ser pura em cada palavra. Já me fecharam algumas portas, mas vou continuar a tentar abri-las.

3 comentários

  1. Nicole não conhecia o teu blogue mas depois deste teu texto vai passar automaticamente para os favoritos. Disseste tudo e de uma forma simples e clara, eu tenho blogue há quase 7 anos e antes deste já tive vários e noto tanta diferença na blogosfera de agora e de antigamente. Ainda há uns tempos estava a andar para trás nos meus posts e reparei que em 2010-2011-2012 as pessoas comentavam mais, preocupavam-se mesmo em deixar um comentário sincero, preocupavam-se em ler, hoje em dia parece que a maioria só se interessa em ganhar coisas mesmo que nem tenham grande coisa a ver. Enfim aplausos para este posts.

    beijinhos
    Vânia | Lolly Taste

    ResponderEliminar
  2. Sabes o que penso e o quanto admiro o teu trabalho e te admiro como pessoa. Nunca deixas de fazer o esforço de nos presentear com posts e fotografias de qualidade, mesmo que não publiques com tanta frequência, sei que quando o fazes, fazes com amor. Felizmente já tive o prazer de me cruzar contigo e agradeço imenso por isso, por ver que és como eu, que és das minhas, que és espontânea e não te deixas levar por influências. Podes contar comigo como uma fiel seguidora e amiga neste mundo de bloggers. Um beijinho enorme.

    ResponderEliminar
  3. Não conhecia o teu blogue, mas ao ler o texto só me sai um palavrão "Porra Miúda! Acho que descreveste tão bem aquilo que somos! E vou já descobrir um pouco mais da tua essência nos outros posts do blogue!

    Beijinhos querida,
    VerdadeQueridaBlog / Facebook

    ResponderEliminar

Flickr Images